Presidente da AAFIT participa da primeira reunião da Comissão Julgadora do Prêmio Nacional de Educação Fiscal

O presidente da Associação dos Auditores Tributários do Distrito Federal (AAFIT), Jadson Januário de Almeida, participou, nesta terça-feira, 22, na sede da associação, da primeira reunião de membros da Comissão Julgadora dos 190 projetos inscritos no Prêmio Nacional de Educação Fiscal – 2013. Segundo Jadson Januário, “até 4 de novembro, serão definidos os vencedores nas duas categorias”. A solenidade de premiação acontecerá em 19 de novembro, no Foyer da Câmara Legislativa do DF.

Para o presidente da AAFIT, este prêmio tem como principal objetivo despertar nas instituições a importância do tributo, que deve ser destinado, por exemplo, ao bem-estar social, à educação, à saúde etc. Além disso, “contribui para conscientizar as pessoas, que pagam tributos todos os dias, mas normalmente não sabem para onde eles vão”, afirma.

A Comissão é formada por representantes do Ministério da Educação, da Câmara dos Deputados, da Associação Nacional dos Membros do Ministério Público – Conamp, da Escola de Administração Tributária – Esaf, do Encontro Nacional de Coordenadores e Administradores Estaduais – Encat e do Conselho Federal da OAB.

Premiação

Esta edição tem como principal novidade a criação de duas categorias de participação: Escolas (ensino básico, ensino fundamental e ensino médio) e Instituições (universidades, ONGs, secretarias municipais de educação). O coordenador de cada projeto vencedor receberá, a título de reconhecimento e incentivo, o prêmio em dinheiro no valor de R$ 1 mil.

A categoria “Escolas” recebeu 142 inscrições e a “Instituições”, 48. Com a criação de uma nova categoria, haverá cinco vencedores, que receberão o Troféu “Prêmio Nacional de Educação Fiscal”. O primeiro colocado na categoria “Escolas” ganhará R$15 mil; o segundo, R$10 mil; e o terceiro, R$ 5 mil. Na categoria “Instituições”, R$ 15 mil para o primeiro lugar e R$10 mil para o segundo.

O Prêmio Nacional de Educação Fiscal é uma realização da Febrafite, em parceria com a Escola de Administração Fazendária – Esaf e com o Programa Nacional de Educação Fiscal – Pnef. Esta edição conta com o patrocínio do Banco de Brasília (BRB) e da Petrobras, e apoio do Centro Interamericano de Administração Tributária (CIAT), do Conselho Federal da OAB, do Encontro de Coordenadores e Administradores Tributários Estaduais (Encat), do Ministério Público, das associações filiadas à Febrafite e das Organizações Globo, entre outras entidades. 

Para saber mais sobre o prêmio, acesse www.premioeducacaofiscal.com.br.